Sessão Azul |  Notícias na mídia

Bandeira sugere sessão de cinema adaptada para pessoas com autismo

Vereador enviou ofício ao Shopping Piracicaba propondo a adesão ao projeto "Sessão Azul", presente já em municípios de 12 estados brasileiros.

André Bandeira enviou ofício ao Shopping Piracicaba apresentando a proposta


O vereador André Bandeira (PSDB) enviou ofício ao Shopping Piracicaba sugerindo a adesão ao projeto "Sessão Azul", em que cinemas reservam um horário para a exibição de filmes em ambiente adaptado a crianças com transtorno do espectro do autismo. A iniciativa já está presente em municípios de 12 estados brasileiros, incluindo São Paulo.

A metodologia do projeto prevê que, durante toda a exibição do filme, a sala de cinema permaneça com as luzes acesas, o som fique mais baixo e a plateia possa "andar, dançar, gritar ou cantar à vontade". Durante as sessões, profissionais com atuação na área oferecem acompanhamento e orientação às famílias.

"Gostaríamos de solicitar ao Shopping Piracicaba que realize uma parceria com o projeto ''Sessão Azul'' para que o cinema esteja preparado para acolher crianças com distúrbios sensoriais e suas famílias", diz André Bandeira no ofício. O centro de compras abriga o único cinema de Piracicaba, gerido pela empresa Cine Araújo e com sete salas.

Os objetivos do "Sessão Azul" são auxiliar crianças com transtorno do espectro do autismo na adaptação ao ambiente do cinema e orientar os pais sobre como lidar com as dificuldades que surgem nesse processo, estimulando-os a colaborar diretamente nessa ambientação. Com isso, as sessões tendem a funcionar como uma extensão do trabalho terapêutico realizado com a criança e a aumentar o engajamento dos pais no tratamento.

"Muitas famílias de pessoas com transtorno do espectro do autismo deixam de ter convívio social ativo por receio. O cinema é mais um lugar em que isso pode acontecer. Segundo mães de crianças com o transtorno, o escuro e o som alto as incomodam e, como outras pessoas não entendem e reclamam disso, acabam evitando de levá-las", relata André Bandeira.

O vereador ressalta que a ideia proposta pelo "Sessão Azul" vem para "resolver essa situação, incluir e garantir o direito ao lazer e à qualidade de vida de pessoas com o transtorno". "Este projeto é essencial para trazer inclusão também no cinema para crianças, adultos e famílias que precisam dessa adaptação", conclui o parlamentar, no ofício enviado ao Shopping Piracicaba.

Eventos adaptados para crianças com TEA e distúrbios sensoriais e para suas famílias.

Rio de Janeiro - Brasil

contato@sessaoazul.com.br

Projeto : CapaciTEAutismo Entretenimentos

Carolina Salviano de Figueiredo | Mestre em Psicologia Clínica CRP 05/29275

Bruna Manta | Psicóloga CRP 05/39111

  • Facebook - Sessão Azul
  • Instagram - Sessão Azul
  • YouTube - Sessão Azul
logo_ARTE-VETORIZADA-SESSAO-AZUL.gif